3º CicloCoisas do Cinema Internacional

Dedicado ao cinema internacional, recebemos 15 realizadores via video-chamada, onde temos oportunidade de partilhar 15 minutos de cinema e 15 minutos de conversa.

facebook

Detalhes

Datas: 15/06

Audiência: 18pax

15 (há) mostra – Coisas do Cinema Internacional com Tiago Durão

O 15 (há) mostra regressa para um 3º ciclo de cinema, agora dedicado a autores internacionais.
Nesta primeira sessão o convidado é Tiago Durão, cineasta português que reside em Nova York há 3 anos. A Castelo Branco leva 3 filmes que revelam um pouco mais do seu percurso. Um cinema que se reveste de revolução, palavra e sociedade. Uma linguagem clássica e pós-moderna que será valiosíssimo conhecermos.

facebook

Detalhes

Datas: 15/07

Audiência:  22pax

15 (há) mostra – Coisas do Cinema Internacional com Yazan Anzour

Convidado | Yazan Najdat Anzour
Cineasta Sírio que continua um percurso iniciado pelo seu avô, seguido do seu pai, ambos realizadores e contadores de histórias.
Destacou-se com o primeiro lugar entre os graduados com o Diploma de Ciências do Cinema Sírio.
Premiado com o título de Best Director no Syrian Short Movie Festival, com o filme “Bread”.
Conta com mais de cinco produções profissionais no seu currículum.

Na Síria:
A produção cinematográfica na Síria está intimamente ligada ao National Film Organization (NFO) e entre 2011 e 2018 foram produzidos aproximadamente 30 longas e várias curtas-metragens. Porém, antes da revolução não existia um investimento expressivo na indústria, também porque o regime não reconhecia o potencial da comunicação que o cinema oferece. Felizmente há uma nova geração de realizadores que contam e mostram o cinema Sírio para ser visto no ocidente.

No 15 (há) Mostra| Julho
Joury (short, 25”, 2019, WP)
Árabe | Legendado em Inglês
O filme “Joury” é uma viagem cinematografica espiritual que vonta a história de uma menina que ficou sozinha em território controlado por forças terroristas.
O filme tem foco neste espaço abandonado, ou apenas ignorado, e toca a sua essência através do olhar de uma menina que viaja com o seu hamster.

facebook

Detalhes

Datas: 15/08

Audiência: 17pax

15 (há) mostra – Coisas do Cinema Internacional de Israel

Convidado | Vladimir Dzyakevich
Em mês de férias,em pleno feriado semanal, o 15 leva-nos até Israel para conhecer o cinema de Vladimir Dzyakevich.
Nascido em Moscovo, cresceu e formou-se em Biologia, porém foram as artes cénicas que encantaram, e dedicou-se ao teatro e ao cinema.
Ganhou o 48 Hour Film Project de Israel em 2017, com o seu primeiro filme, logo após concluir o Mestrado em Cinema pela Universidade de Tel-Aviv.
Dia 15 de Agosto, teremos oportunidade de falar com o cineasta e a protagonista, Michelle Adam, directamente de Tel-Aviv.
Vamos conhecer o filme The Lock, um mocumentário apaixonante falado em hebreu e legendado em inglês e conhecer a experiência de fazer o primeiro filme e logo para o 48 horas!

Nascido em Moscovo em 1980. Aos 10 anos, pouco antes da queda da União Soviética, os pais decidiram mudar para Israel. Cresce em Israel, terminou a escola, foi para o exército e formou-se em Biologia. Enquanto estava aprendendo biologia, descobre o mundo do teatro. Começou por visitar oficinas para atores e fui mordido pelo bichinho do palco. Durante anos teve uma vida dupla. Durante o dia fazia trabalho clínico, à noite trabalhava no teatro. Atuou em várias peças clássicas, mas a verdadeira paixão era o Teatro do Absurdo. Depois de 10 anos como ator – daquele que entrava em conflito com o trabalho dos diretores – começou a dirigir-se a si próprio. Gostou do resultado e experiência, mas sentia que precisava de uma formação nesse campo. Colocou a carreira das análise clínicas em segundo plano e tirou um mestrado em cinematografia na Universidade de Tel Aviv. Após a graduação, abandonou a carreira clínica e dedica-se ao cinema. “The Lock” foi o primeiro filme depois da graduação. Atualmente está em fase de pré-produção para a próxima curta-metragem, que terá cerca de meia hora de duração.

“The lock”
short film
7’27” (2017 Israel Color)
storyline: Ilan leva Yael, sua noiva, para o local da adolescencia para uma sessão de vídeo e fotos no dia do casamento. Tenta surpreendê-la colocando um cadeado de amor no local, porém uma verdade revelada sobre o passado de Yael acaba por o surpreender primeiro.

facebook

Detalhes

Datas: 15/09

Audiência: 15pax

15 (há) mostra – Coisas do Cinema Internacional de Osaka

Convidado | Yusuke Kitaguchi
O 48 Horas está aí! E para marcar este momento, ao 15 chega-nos do Japão o realizador Yusuke Kitaguchi. Participante assíduo no 48HFP de Osaka, vencendo vários prémios na competição e teve um dos seus filmes seleccionados para ser exibido no Festival de Cannes, no Short Film Corner. Começou como ator e, depois da experiência do palco e sets dedicou-se à realização, participando no 48HFP Osaka desde 2016.
No 15 partilha 3 filmes e um documentário que revela a experiência de Cannes! A não perder!
O realizador estará em directo por video-conferência para falar connosco sobre a sua experiência e o universo do cinema no país do sol nascente! Dada a diferença horária, o encontro está marcado para as 14 horas de domingo, dia 15.. como sempre no 15 da Rua Tenente Valadim! Venha daí!
A entrada é gratuita!

The 48 HFP is about to happen! And to mark this moment, to the 15 arrives from Japan, the director Yusuke Kitaguchi. Frequent participant in the 48HFP Osaka, winning several awards in the competition and having one of his films selected to be screened at the Cannes Film Festival at the Short Film Corner.
He started as an actor and after stage and set experience he dedicated himself to directing, within 48HFP Osaka since 2016.
At the 15 he presents 3 films and a documentary that reveals the Cannes experience! You can’t miss this!
The director will be live on video conference to talk to us about his experience and the universe of cinema in the country of the rising sun! Given the time difference, the meeting is scheduled for 2 pm Sunday 15th .. as always at the number 15 in street Tenente Valadim! Come on in!
Admission is free!

2018
That Man From The Peninsula (Action Adventure/school drama) 7’02”
半島から来た男
Best Film 2nd Place
Best Directing
Best Sound Design
Jury’s Special Award Seung Hyun Hwang
Honorable Mentions Audience Award
Character: Yoichiro or Yoshimi Saegusa / Interpreter
Prop: an envelope
Line: “That doesn’t bother you?”

2017
baby in the dark (dark comedy) 7’50”
ベイビーインザダーク
Best Film 1st Place
Best Actress
Best Use of Line
Best Writing
Character: (Junichi or Jun Makito, a food therapist)
Prop: (a rain coat)
Line: (“”Stop making me repeat myself.””)

2016
nori and simon (fish out of water) 7’00”
ノリとサイモン
Best Film 2nd Place
Best Actor THOMAS LINDBLOOM
Best Directing
Character: (Takeru or Uta Tsukumo), (Wedding Planner)
Prop: (an ear pick / q-tip / ear swab)
Line: (“OK, let’s make something up.”)

facebookGuest Website

Detalhes

Datas: 15/10

Audiência: 5pax

15 (há) mostra – Coisas do Cinema Internacional de Dubai

Convidado | Kirill Kripak
Chegámos ao 5º encontro no 15, agora com Kirill Kripak. Natural da Ucrânia, foi no Dubai que desenvolveu a sua arte. Poder-se-ia dizer que é um profissional do 48 horas, mas é muito mais do que isso. É um artista da 7ª Arte.
A sua dedicação ao cinema não conhece limites – é comum passar dias, a mexer, a ajustar e a corrigir um único frame para alcançar a perfeição. Seja um filme, um vídeo corporativo ou um conteúdo de marca, a abordagem de Kirill canaliza mais de 15 anos de experiência e um mundo de perspetivas únicas. Nenhum desafio é grande ou pequeno demais e nenhuma ideia está fora de alcance.
Com dezenas de prémios internacionais aclamados, Kirill explora os horizontes infinitos do cinema e da narrativa, levando todas as execuções ao seu limite.

“A minha filosofia para fazer um take é simples: manter um olho aberto, uma mente aberta e uma câmera a gravar.”

————————————————————
We reached the 5th meeting at the 15, now with Kirill Kripak. Kirill Kripak was born in Kiev, Ukraine. He is a producer and director and it was in Dubai that he developed his art. You could say you’re a 48-hour pro, but he’s much more than that. He is a Seventh Art artist.
His dedication to film knows no bounds – one might often find him up for days, tinkering away and shaping a single frame to perfection. Be it a feature, a corporate video or a piece of branded content, Kirill’s approach channels over 15 years of experience and a world of unique perspectives. No challenge is too big or too small, and no idea is out of reach.
With dozens of acclaimed international awards under his belt, Kirill explores the infinite horizons of film craft and story telling, pushing every execution to its limits.

“My philosophy to get the shot is simple: keep an open eye, an open mind, and the camera rolling.”

On Tuesday, October 15th, we made a video call to Dubai and told us how is it to make cinema in the United Arab Emirates … and more!

No 15:

Shah Mat (2016, 6’48”)
Terror, cor, Dubai

Um filme que apresenta um espaço fechado de eternidade, onde se joga a vida e vencer ou perder é sempre perder.

Trust Issues (2017, 6’06”)
Terror, cor, Dubai

Um homem muito ocupado e ausente, recebe da esposa uma noite especial, mas a surpresa pode ser para ela.

Edições

Quer usufruir do espaço?

Pode contactar a ST Arte para falar sobre o seu projeto